Educação Ambiental na EEEFM "Rio Caeté" BRAGANÇA - PA

" EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA RIO CAETÉ "
( BRAGANÇA - PARÁ - BRASIL )

17 dezembro 2009

Educação Ambiental Sob a Luz das Estrelas.



A professora Daniela Torres, quebrando tabus de certos professores que dizem ter certa dificuldade em trabalhar com alunos do período noturno, realizou com suas turmas do 1º ano e 2ª etapa EJA, na sexta passada, dia 11/12, aula prática no jardim da escola Rio Caeté. Alunos e professora plantaram, adubaram e regaram as plantas numa bela demonstração de amor à natureza e à escola, devidamente assessorados pela profª Lina. Parabéns a professora pela ação inovadora.
[Texto retirado do blog da escola Rio Caeté]

16 dezembro 2009

Teatro e Educação Ambiental


 
 
 
No dia 09/10, os alunos da escola Rio Caeté acompanhados pela profª Katia, se fizeram presentes na festa das crianças da ERC Centro Educacional Coração de Jesus, no bairro do Taíra, onde apresentaram a peça teatral 'Dona Baratinha' que trata da problemática do lixo produzido constantemente pelos habitantes das cidades. Além disso fizeram um excelente trabalho social, distribuindo mais de 100 brinquedos para as crianças. Foi valiosa a colaboração da Profª Iracy Alves que recolheu os brinquedos em suas aulas de Artes. A professora Katia e seus alunos agradecem a todos que colaboraram para o sucesso da programação.

15 dezembro 2009

Prêmio Para a Educação Ambiental

Com muito empenho os alunos da 6ª série [601] do turno da manhã montaram e apresentaram o projeto 'Educação Ambiental na Escola Rio Caeté' na XI FEICERC [nossa feira de ciências] e conquistaram o 1º lugar na classificação geral entre os projetos do Ensino Fundamental. Assim mostraram a importancia da EA para sociedade de hoje, que precisa mudar seus hábitos.

14 dezembro 2009

Concurso de Redação


   
Resultado do concurso de Redação, cujo tema foi questões ambientais (extinção dos animais, desmatamento, lixo, poluição dos rios, conservação da escola, aquecimento global, queimadas, projetos ambientais e etc).
 
Participantes do concurso: turmas 101 e 102 manhã, 101,102,101 EJA e 102 EJA noite.

Vencedora do concurso DAISY SOUZA SANTANA (101 manhã)

Segue a redação...

Projetos Ambientais:
Projetos que nos ajudam a sobreviver.

Todo projeto tem um objetivo, que pode ser de divulgar, solucionar, estimular, informar. Projetos ambientais também são assim, informam os problemas ligados ao meio ambiente, buscam e divulgam soluções, nos estimulam a colaborar fazendo a nossa parte e podem ser iniciados por qualquer um de nós. Grandes empresas iniciaram grandes projetos, entre elas estão a ypê, TV globo, chamex e faber-castell.
Essas empresas têm uma grande vantagem, são conhecidas pela grande massa e por isso seus projetos divulgam, estimulam e informam mais. Há um certo tempo, a ypê iniciou um projeto de reflorestamento em que comprando um de seus produtos colaboramos com o plantio de mudas em áreas desmatadas, um projeto semelhante ao da chamex e ao da faber-castell, que utilizam a madeira das árvores( para a fabricação de papeis, cadernos, lápis...) derrubando-as e plantando novamente.
A TV globo está envolvida, duas dessas iniciativas são o plantio de arvores e as vinhetas informativas, que apesar de serem bem rápidas mexem com todos nós, fazendo com que posamos parar, refletir e agir. O projeto TAMAR, tão conhecido, fez até uma parceria com um fabricante de macarrão instantâneo, ao comprarmos um desses produtos ajudamos automaticamente a esse projeto que tem um objetivo muito especial, preservar as tartarugas marinhas.
Com tudo podemos concluir que com certeza esses projetos nos ajudam a sobreviver. O plantio de árvores é uma ajuda de peso contra o aquecimento global, a preservação de espécies silvestres e etc. e a exposição de informações feitas por essas e outras empresas também. Temos que tomar consciência de que não são só as grandes empresas, instituições e os governos que têm a responsabilidade de mudar esse quadro crítico em que se encontra o nosso planeta, cada um de nós pode e deve fazer alguma coisa, desde que se nos engajarmos em algum grande projeto, até separar e reciclar o lixo de nossas casas. Por isso corra tome logo uma providência, pois “Os dias correm, somem e como o tempo não vão voltar”.
Daisy Souza Santana

Uma aula de Educação Ambiental!



No dia 06/10 (terça-feira), nós professores, Tarcísio, Katia e Lina juntamente com os alunos da turma 101 da manhã demos início às atividades práticas do projeto de Educação Ambiental  'Ambientalistas da Escola  Rio Caeté' que tem como objetivo central buscar à integração da escola junto a comunidade e proporcionar condições para a formação da consciência ambiental e para a promoção de valores, atitudes e hábitos ligados ao uso responsável dos recursos naturais, a preservação do meio ambiente e a melhoria da qualidade de vida e da educação. Assim descrevo a aula passeio realizada pelo grupo:

"Em nossa primeira atividade visitamos uma das nascentes do Rio Cereja localizada na EFAC. Lá os alunos aprenderam sobre a importância da preservação das nascentes (fonte de vida para os rios) e como o homem vem alterando de forma drástica este ambiente com desmatameto de mata ciliar, produção de carvão vegetal, açoreamento e contaminação química por ácido cianídrico( que causa diminuição do númerdo de peixes, devido o excesso de mandioca na água para amolecimento e posterior produção de farinha).

Saindo da propriedade da EFAC visitamos o igarapé conhecido como 'igarapé do tubo' na BR308 que está totalmente poluído por residuos sólidos e precisa ser limpo, pois é um local muito frequentado pela população da periferia de Bragança. Antes, os alunos fizeram a festa num igarapé bem próximo da nascente ( a montante do tubo, assim longe de contaminação). Encontramos também um esqueleto de animal numa área que foi destruida pelo fogo e levamos pro laboratório. Até brincamos dizendo que foi nosso achado arqueológico.

"AMBIENTALISTAS RIO CAETÉ"



1-INTRODUÇÃO 

Considerando a problemática ambiental global, resultante da ação antrópica, principalmente provocadas pelas atividades desenvolvidas pela humanidade, tais como indústrias, desmatamentos, queimadas, uso indiscriminado dos recursos, exploração predatória da fauna e flora aliados a hábitos de consumo e comportamentos prejudiciais ao meio tomados por todos os indivíduos, é de fundamental importância que haja uma mudança de conceitos e valores associados a natureza humana para que dessa forma possamos desenvolver estratégias que permitam fazer bom uso dos recursos naturais por várias gerações.


A Educação Ambiental, entendida enquanto processo participativo do qual o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, adquirem conhecimentos, tomam atitudes, exercem competências e habilidades voltadas para a conquista e manutenção do ambiente ecologicamente equilibrado e contribua para a adoção de novas posturas em relação ao meio é uma alternativa a essas mudanças que desejamos ( Silva et. al, 2003 ).

09 dezembro 2009

12 novembro 2009

Coordenação

Kátia Regina Corrêa Santos - Professora de Filosofia
Álvaro José Pereira Rebelo  - Professor de Sociologia
Tarcísio Oliveira                    - Professor de Geografia

01 novembro 2009

O Projeto

"AMBIENTALISTAS RIO CAETÉ"


1- INTRODUÇÃO:
A problemática da crise ambiental global e resultante da ação antrópica, principalmente provocadas pelas atividades desenvolvidas pela humanidade, tais com indústrias, desmatamentos, queimadas, uso indiscriminado dos recursos, exploração predatória da fauna e flora aliados a hábitos de consumo e comportamentos prejudiciais ao meio ambiente. 
E é neste contexto de crise ambiental que é de fundamental importância que haja uma mudança de conceitos e valores associados à natureza por parte do ser humano para que dessa forma possa se desenvolver estratégias que permitam fazer bom uso dos recursos naturais por várias gerações.
Este projeto propõe um trabalho de conscientização que se traduza em práticas ambientais dentro da escola e promova uma postura reflexiva e desperte o interesse para o uso sustentável dos recursos disponíveis na natureza, garantindo a preservação para as futuras gerações. Formando assim cidadãos com uma postura ética e politicamente responsável a partir do ambiente escolar que traga reflexões sobre os problemas ambientais. Sensibilizando os envolvidos no projeto para que possam atuar em escala local sem perder de vista a global contribuindo para a formação de cidadãos críticos e responsáveis com o meio ambiente e com a qualidade de vida no planeta: Terra.

2- JUSTIFICATIVA:
A pesar da Educação Ambiental estar incorporada aos PCN’s (Parâmetros curriculares Nacionais), a ser desenvolvida de modo transversal na área de meio ambiente e ainda ser contemplada na Constituição Federal no Art. 225, em que compete ao estado a defesa, conservação, preservação e controle do meio ambiente, cabendo-lhe em seu parágrafo IV promover a Educação Ambiental em todos os níveis e proporcionar, na forma da lei, informação ambiental (Brasil, 1988), pouco se tem feito para pôr em prática  essas ideias nas escolas públicas de modo correto e que inclua seguimentos sociais que estão além dos muros da escola. Quando são postas em prática, geralmente, restringem-se a alguns componentes curriculares afins ao tema e a séries em que o assunto é tratado nos conteúdos programáticos de disciplina.
E levando em consideração que a denominação de nossa escola se diferencia das demais, por homenagear um dos maiores patrimônios naturais de Bragança: o rio Caeté, esta escola vem procurando desenvolver praticas ambientais e hoje possui uma filosofia voltada para a promoção da Educação Ambiental no ambiente escolar Este projeto: "Ambientalistas Rio Caeté" visa contribuir para a adoção de ações concretas que viabilizem dentro do processo educacional conscientização e mobilização acerca da proteção do meio ambiente. Objetivando principalmente à integração da escola com a comunidade escolar, segmentos sociais organizados e proporcionar aos participantes condições adequadas para a formação da consciência ambiental e para a promoção de valores, atitudes e hábitos ligados ao uso responsável dos recursos naturais, patrimoniais,  a preservação do meio ambiente e a melhoria da qualidade de vida.
A educação é ampla como a vida e precisa durar por toda ela, uma educação que esteja a serviço da população, que aproveite conhecimentos interdisciplinares e as principais formas de atividades da vida humana em sociedade. Assim investindo em práticas voltadas para Educação Ambiental a escola cumpre o seu papel formadora de cidadãos responsaveis e de transformar a sociedade.
Desta forma os envolvidos serão participantes ativos que atuarão como multiplicadores, aprendendo e ensinando, praticando os conhecimentos adquiridos em aulas dos diversas disciplinas, pois os alunos que desenvolvem atividades práticas conseguem assimilar melhor os conteúdos trabalhados nestas disciplinas, sendo capazes construir referenciais teórico-científicos e melhorando significativamente seu aprendizado ligando teoria e prática uma vez que para desenvolvê-las usarão conhecimentos relevantes na compreensão das questões ambientais mais próximas e estimulem ação para resolvê-las.
Deste modo permitirá o aumento dos saberes que auxiliam na compreensão do mundo e favorecem o desenvolvimento da curiosidade intelectual, estimula o senso crítico e permite compreender o real, mediante a aquisição da autonomia na capacidade de discernir o mundo e as coisas.

3- OBJETIVOS
3.1 – Geral: buscar à integração da escola com a comunidade escolar, segmentos sociais organizados e proporcionar condições adequadas para a formação da consciência ambiental e para a promoção de valores, atitudes e hábitos ligados ao uso responsável dos recursos naturais, culturais, a preservação do meio ambiente e a melhoria da qualidade de vida.

3.2 - Específicos:
- Despertar o interesse da comunidade escolar para importância da ação coletiva de vários segmentos para preservação do meio ambiente.  
- Desenvolver nos alunos capacidades para compreender e identificar problemas ambientais globais e locais, conhecendo os seus impactos sobre o meio ambiente.
- Formar alunos críticos e participantes em relação à preservação do meio ambiente e atuantes em sua comunidade. 
Fomentar ações práticas em relação a preservação do ambiente escolar.
- Propiciar aos envolvidos a troca de experiências, buscando uma abrangência no ensino e a consciência coletiva.

4- METODOLOGIA:  
O trabalho será realizado utilizando a Educação Ambiental para a formação, conscientização e sensibilização para às causas ambientais um grupo de alunos que atuaram como multiplicadores em palestras, eventos, oficinas e práticas ambientais dentro da escola e também nas escolas vizinhas.
  
5- METAS: 
- Implantação de um grupo de alunos atuantes em defesa das questões ambientais dentro da escola.
- Construção de um blog educativo para a divulgação de experiências e práticas ambientais no ambiente escolar.

6- BIBLIOGRAFIA:
BRASIL, Parâmetros Curiculares Nacionais, MEC, Brasil, 1998.
BRASIL, Constituição Federal de 1988, capítulo VI, artigo 225.